Como importar produtos dos EUA para o Brasil

O mercado americano dispõe de uma enorme variedade de produtos que despertam o interesse dos brasileiros pela qualidade e valores justos. Por isso, importar dos EUA pode ser uma ótima oportunidade para fazer renda extra ou até mesmo expandir os negócios. 

Não é novidade que muitas das marcas reconhecidas no mercado mundial atualmente possuem sede nos Estados Unidos. Do mesmo modo, muitos produtos de diversos segmentos são lançados primeiro no mercado americano e, posteriormente, vão se expandindo para os demais países. 

É por isso que os Estados Unidos é um dos países mais visados quando o assunto é importação. Se você quer saber como ser um importador dos EUA, confira neste artigo tudo o que você precisa saber sobre este processo e veja como importar de forma legal e segura.

Vale a pena importar produtos dos EUA?

Importar dos EUA pode ser muito vantajoso para quem deseja revender no Brasil. Isso porque os produtos comercializados no exterior costumam ter preços mais baixos do que no Brasil. Desse modo, você consegue até triplicar o valor investido, dependendo da mercadoria que irá revender.

Diversos fatores influenciam o mercado brasileiro fazendo com que passemos por constantes períodos de instabilidade e, consequentemente, os custos de produção do país se torne mais elevado.

Em contrapartida, o mercado internacional oferece algumas vantagens para quem decide importar e revender no Brasil. São elas:

  • Possibilidade de melhorar a margem de lucro
  • Reconhecimento e credibilidade de marcas renomadas mundialmente 
  • Acesso a produtos exclusivos e de alta qualidade
  • Aumento do potencial competitivo
  • Versatilidade do mercado

Diante deste cenário, importar dos Estados Unidos vale a pena para empreendedores brasileiros que desejam se destacar no mercado com produtos de qualidade e maior variedade de mercadorias. 

Como importar dos Estados Unidos: passo a passo

O processo de importação dos EUA envolve diversas questões financeiras e jurídicas que precisam ser levadas em consideração previamente para evitar possíveis problemas e prejuízos. 

Embora pareça complicado, com o desenvolvimento acelerado da tecnologia, a importação se tornou menos burocrática e já existem até mesmo sites de importação dos EUA que facilitam este processo.

Porém, é importante saber qual é a forma correta de importar para evitar problemas. Confira a seguir um passo a passo sobre como importar dos EUA para o Brasil.

Passo 1: Escolher o produto que você vai importar dos EUA

O primeiro passo para compreender como funciona a importação de produtos dos EUA é estudar o mercado americano e entender como ele pode te atender.

De acordo com o segmento em que você atua ou deseja atuar, busque conhecer os produtos ofertados, analise preços, variações, disponibilidade no mercado mundial e quais mercadorias possuem maior demanda e aceitação no Brasil.

Uma boa estratégia na hora de escolher os produtos que irá importar é se basear em três pilares: seu público, a sua capacidade de investir na compra e a facilidade do processo de importação. 

Nesta hora, lembre-se de se informar se é permitido importar os produtos que você deseja trabalhar, se é necessário licença e se existe algum processo específico para importação. Para isso, você pode utilizar o site da Receita Federal que oferece um Simulador do Tratamento Tributário e Administrativo das Importações onde você pode identificar se um produto precisa de licença ou não.

Passo 2: Escolha os fornecedores

Depois de definir qual vai ser o produto que você vai importar dos Estados Unidos, é hora de escolher fornecedores de confiança.

A escolha do fornecedor é essencial, por isso, para garantir a qualidade dos produtos e encontrar parceiros que você realmente pode confiar, é preciso ir além de apenas comparar preços. 

Se for possível, vale visitar feiras internacionais para conhecer o mercado pessoalmente e identificar possíveis fornecedores. Busque saber quais são os fornecedores dos seus concorrentes, indicações de empresas especializadas em Comércio Exterior que já atuam com fornecedores. Além disso, você também pode utilizar relatórios da alfândega para se informar sobre empresas que possam atender às suas necessidades.

Antes de fechar uma compra com algum fornecedor é importante analisar também a viabilidade da importação com essas empresas. Para isso, é preciso considerar questões tributárias, aduaneiros e logísticos para que você entenda qual vai ser o melhor custo-benefício. Lembre-se de analisar alguns fatores como: 

  • Se a empresa atende a todos os seus requisitos e critérios de qualidade que você espera
  • Se a empresa é comprovadamente regularizada e idônea
  • Se a empresa possui real capacidade de produção
  • Se a empresa costuma elaborar contrato para compras grandes
  • Quais são as formas de contato disponíveis
  • Quais são as garantias oferecidas pela empresa
  • Quais são as condições e opções de frete dos Estados Unidos para o Brasil

Quando se trata de prospectar fornecedores, o ideal é se munir do máximo de informações possível sobre os processos e reputação da empresa. Se for viável, faça um pedido pequeno para compreender na prática e avaliar e se correr tudo bem, invista em algo maior.

Passo 3: Obtenha sua habilitação de importador

Antes de iniciar o processo de importação dos Estados Unidos, é preciso providenciar o RADAR — Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros junto à Receita Federal. 

Também conhecido como habilitação de importador, este é um documento que vai permitir que você acesse o SISCOMEX — Sistema Integrado de Comércio Exterior, ferramenta que contribui para o monitoramento, orientação e controle das etapas do processo de importação e exportação.

Para fazer o registro da sua empresa no RADAR Siscomex, é preciso comparecer à Receita Federal com os documentos necessários e solicitar a habilitação correspondente ao seu tipo de negócio. 

Passo 4: Conheça os tipos de frete dos Estados Unidos para o Brasil

A escolha do frete na importação dos Estados Unidos pode influenciar diretamente no custo final da mercadoria, por isso, é importante dar atenção especial a este fator. Um bom planejamento precisa levar em consideração a forma mais viável, mais segura e barata para transportar o produto.

Para maior comodidade e segurança, vale considerar empresas que forneçam o código de rastreio das suas entregas para que seja possível acompanhar o percurso dos seus produtos e até mesmo localizar seu pedido caso ocorra algum problema. 

A modalidade de frete dos EUA para o Brasil mais usual e também a mais cara é o frete Courier, caracterizado pela rapidez nas entregas. Entretanto, existem outros tipos, como: 

  • Airmail Economy
  • DHL Global Mail
  • FedEx
  • First Class Mail International
  • International Airmail
  • TNT Express
  • Priority Mail International
  • UPS Express
  • USPS flat rate box e Flat rate envelop
  • USPS Priority mail
  • USPS Express mail

Para fazer uma previsão do valor que você irá gastar, você pode calcular o frete dos EUA para o Brasil com o auxílio da Talura, plataforma marketplace de fretes internacionais onde você pode fazer e gerenciar cotações para suas exportações e importações com agentes de cargas qualificados de forma ágil, digital e segura. 

Saiba mais em nosso Guia Completo sobre Fretes Internacionais

Passo 5: Conte com um despachante aduaneiro ou agente de cargas

Para evitar que ocorram problemas durante a sua importação dos EUA, é recomendado contar com o apoio de um despachante aduaneiro ou agente de carga. 

Este profissional tem como principal função preparar e assinar os documentos necessários para o despacho aduaneiro dos seus produtos. Todo processo de importação é regulamentado por autoridades alfandegárias dos Estados Unidos e do Brasil, por isso, contar com um profissional especializado fará toda a diferença para que não haja problemas com a sua carga.

Quanto custa para importar um produto dos EUA?

Como você pôde perceber ao longo deste conteúdo, o valor para importar um produto dos EUA pode variar muito a depender de diferentes fatores. Por isso, é importante fazer um bom planejamento antes de dar início a importação.

É importante ter em mente qual o valor de imposto de importação dos EUA e se preparar para arcar com este custo caso a sua mercadoria seja taxada na alfândega. 

Normalmente, a alíquota do imposto de importação corresponde a 60% do valor do produto acrescido de frete e seguro, conforme dispõe a Portaria MF 156/99 em seu artigo 1º. O valor da tributação não pode ser maior que 60% do valor, nem ultrapassar US$ 3.000,00.

Além do imposto de importação, outras variáveis influenciam no valor final dos produtos importados dos Estados Unidos. Algumas delas são:

  • Tipo de produto
  • Fornecedor
  • Frete dos EUA para o Brasil
  • Tributação
  • Sazonalidade

Qual o melhor produto para importar dos EUA?

Com o avanço da internet e maior conhecimento sobre produtos vendidos no exterior, a procura por produtos importados no Brasil está cada vez mais alta, apresentando assim um cenário positivo para quem deseja importar dos EUA e revender no Brasil.

Alguns dos produtos importados mais procurados no Brasil são: 

  • Eletroeletrônicos
  • Roupas de marca
  • Cosméticos
  • Relógios
  • Perfumes
  • Acessórios diversos

Apesar da alta demanda, é importante avaliar o que o seu público está buscando e buscar diferenciais competitivos em relação aos seus concorrentes para atrair e reter seus clientes. 

Produtos proibidos para importação dos Estados Unidos

Existem algumas restrições em relação a produtos que podem ser importados dos Estados Unidos. Alguns deles são totalmente proibidos e outros só podem ser importados mediante autorização, licença ou processos específicos. 

Alguns destes produtos são:

  • Narcóticos e drogas
  • Produtos produzidos de forma a violar os direitos de propriedade intelectual
  • Mercadorias que tenham relação com grupos terroristas e trabalho escravo
  • Materiais biológicos como animais, sementes, mudas de plantas e etc.

Lembre-se de estudar muito bem o produto que você deseja importar dos EUA e se informar se há alguma restrição a respeito dele para evitar problemas futuros.

Conclusão

Importar dos Estados Unidos pode ser uma ótima oportunidade para se diferenciar de seus concorrentes, oferecer produtos de maior qualidade para os seus clientes, diversificar suas mercadorias, aumentar sua margem de lucro e alavancar seus negócios.

No entanto, para que tudo ocorra da melhor forma possível, é fundamental estar ciente de todas as etapas e cuidados necessários para evitar que ocorram problemas durante sua importação. 

Seguindo o passo a passo apresentado neste conteúdo e contando com o apoio da Talura na hora de escolher o melhor frete para a sua importação, seu negócio estará pronto para dar mais um passo rumo ao sucesso.

Talura: a melhor alternativa para cotação de frete internacional

A Talura é o primeiro marketplace de fretes internacionais do Brasil. Conectamos a sua empresa com o melhor frete internacional. 

Por meio da nossa plataforma, você pode cotar ou simular o frete  dos EUA para o Brasil ou qualquer outro país de forma totalmente online e gratuita. 

Com o preenchimento de um único formulário, você recebe múltiplas propostas de diversos agentes de cargas credenciados. Tudo de maneira ágil, digital e segura.

Saiba mais sobre nossos serviços clicando aqui e continue acompanhando os nossos conteúdos para ficar por dentro de tudo sobre comércio exterior.

Compartilhe!

Confira estes posts também!

Conheça o Talura Bits

Obrigado! Você receberá um email para confirmar sua inscrição!

Oops! Alguma informação parece estar errada.