Glossário do Comex

Encontre aqui as definições dos termos mais comuns relacionados com o Comércio Exterior.

A
AFRMM

Taxa instituída no Brasil o desenvolvimento da Marinha Mercante e da indústria de construção e reparação naval brasileira. Tem o objetivo de melhorar o sistema de transporte de carga aquaviário.

Ad Valorem

Termo latino usado para significar “sobre o valor”. Taxa ad valorem: percentual cobrado sobre o valor FOB da mercadoria, normalmente complementar ao frete básico, quando trata-se de mercadoria de alto valor, exemplo, pedras ou metais preciosos.

Agente de carga

É qualquer pessoa que, em nome do importador ou do exportador,  contrate o transporte de mercadoria, consolide ou desconsolide cargas e  preste serviços conexos. Ou seja, ele atua como um intermediário entre o  exportador e/ou importador e as empresas de logísticas e tem como  responsabilidade a coordenação do processo de logística da exportação e/ou  importação.

Airway Bill

Conhecimento Aéreo de Embarque. Este documento tem a finalidade de provar que a carga foi entregue pelo embarcador ao transportador, servindo como um recibo de entrega da mercadoria. Uma segunda função do Conhecimento de embarque Aéreo é evidenciar a existência de um contrato de transporte entre o usuário e o transportador.

All risks

Todos os Riscos, cláusula de contrato de seguro, cobrindo todos os riscos normais de carga durante o seu transporte e trânsito.

Armador

O armador é um funcionário ou empresa responsável por realizar o  transporte marítimo, seja ele nacional ou internacional.

O armador executa toda a operação e transporte de cargas entre os portos,  além de operar os navios e rotas já existentes no comércio internacional. Ele pode ser proprietário do navio ou possuir a concessão para utilizar navios e  contêineres de terceiros, seja do seu país ou não.

Autoridade Sanitária

Autoridade que tem diretamente a seu cargo, a aplicação das medidas sanitárias apropriadas de acordo com a legislação e regulamentação pertinentes.

Autorização de Exportação

Documento expedido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, que consubstancia a exportação de substâncias constantes das listas “A1” e “A2” (entorpecentes), “A3”, “B1” e “B2” (psicotrópicas) e “D1” (precursores) deste Regulamento ou de suas atualizações, bem como os medicamentos que as contenham.

Autorização de embarque

Autorização a ser concedida pela Anvisa, no Siscomex, à importação de material, sujeita à anuência, previamente à data do seu embarque no exterior.

B
Balança comercial

Termo utilizando na economia que indica a diferença entre as  exportações e importações de um país em dado período.

A balança pode estar em superávit (quando os valores de exportações foram  maiores que os de importações) ou em déficit (quando os valores de  importações foram maiores que os de importações).

Bill of lading (BL)

Bill of Lading (BL ou B/L) é um documento emitido pelo  transportador para que embarcador tenha conhecimento sobre o carregamento de  carga. O BL oficializa a contratação da operação e comprovar a entrega e o  recebimento da carga. Também vale como um título de crédito entre as partes  contratantes. Em português, tradução seria 'Conhecimento de Embarque  Marítimo'.

Blank Sailing

Termo utilizado para informar o cancelamento da atracação/escala de um navio em um porto específico, por determinação do próprio armador. Com isso, há alteração parcial ou total da rota pré-determinada. A carga é, então, reprogramada para o próximo porto ou viagem da embarcação. Termo é conhecido também como “omissão”.

Breakbulk cargo

É uma forma de transporte utilizada para movimentar cargas ou  mercadorias que não cabem em contêineres ou caixas de carga de tamanho  convencional, como celulose, aço, carvão, fertilizantes, cargas de projeto  etc.

C
CCA

Carta de Correção.

CE Mercante

Conhecimento eletrônico criado no sistema Mercante, que espelha na plataforma digital as informações do conhecimento de carga (BL). Os conhecimentos únicos e genéricos (master) são registrados no sistema pelo transportador. Já os conhecimentos agregados (houses) são incluídos por agentes desconsolidadores.

CKD

Abreviatura de Completely Knocked Down. Carga desmontada para transporte como máquinas e equipamentos.

Cabotagem

Transporte marítimo realizado entre portos de um mesmo país. O  termo é derivado do nome Sebastião Caboto, um navegador veneziano do que  explorou a costa da América do Norte, no século XVI.

Canais de parametrização

É o momento em que há uma primeira conferência de informações  com base nos parâmetros do Siscomex (Sistema Integrado de Comércio Exterior)  de maneira automatizada. Nela, haverá a definição se os dados submetidos  estão regulares e define os procedimentos necessários. São quatro canais que  o despacho pode seguir são: verde, amarelo, vermelho e cinza.

Capatazia

Atividade de movimentação de mercadorias nas instalações de uso público, que compreende o recebimento, a conferência, o transporte interno, a abertura de volumes para a conferência aduaneira, a manipulação, a arrumação, a entrada e também o carregamento e o descarregamento de aeronaves com uso de aparelhamento.

Car Carrier

Navio tipo roll-on/roll-off, especializado no transporte de automóveis, podendo também transportar outros veículos equivalentes.

Carriage And Insurance Paid To (CIP)

Carriage And Insurance Paid To ou Transporte E Seguro Pagos Até  - local de destino nomeado.    Além de arcar com obrigações de desembaraço e riscos da carga, o vendedor  contrata e paga frete, custos e seguro relativos ao transporte da mercadoria  até o local de destino combinado.

Carriage Paid To (CPT)

CPT significa Carriage Paid To ou Transporte Pago Até, local de  destino nomeado.

Nele, o vendedor contrata e paga frete e custos necessários para levar a  mercadoria, assume todos os riscos (incluindo extravios ou perdas) e realiza  todas as formalidades aduaneiras de exportação até o local de destino  combinado.

A partir do momento da entrega, todos os riscos e custos são transferidos  para o comprador. A averbação do seguro de carga também é de sua  responsabilidade.

Carrier

1. Transportador, aquele que presta serviço de transporte a outros, i.e o armador ou conforme o caso, o afretador. 2. Navio ou veículo destinado a determinado tipo de carga.

Carrier Haulage

Transporte terrestre do armador, que cuidará do transporte terrestre da mercadoria até o seu destino se assim contratado com o embarcador ou o consignatório.

Carta de crédito

A Carta de Crédito é uma operação financeira utilizada por  importadores, de modo que consigam financiar a compra de mercadorias do  exportador. Nada mais é do que uma modalidade de crédito, cedida pelo banco,  para o pagamento de uma operação comercial.

Cartage

Carreto, transporte à curta distância.

Chamber of Commerce

Câmara de Comércio, associação de importadores e exportadores com o objetivo principal de desenvolver o comércio entre si.

Charter

Afretamento, aluguel de navios ou aeronaves por tempo ou viagem, mediante preço e condições estabelecidos pelo Contrato de Afretamento.

Clean (on board) Bill of Lading

Conhecimento de Embarque Limpo (a bordo), diz-se de tal documento quando nenhuma resolução ou anotação quanto ao estado da carga recebida a bordo é encontrada no mesmo, sendo normalmente exigido pelos importadores nas cartas de crédito.

Clearance

Liberação, desembaraço (aduaneiro).

Collect

Cobrança, ato de se cobrar um débito, pagamento a ser efetuado no destino da carga.

Commercial Invoice

Fatura comercial

Common carrier

Transportador marítimo de linha regular e assim reconhecido por todos os outros do seu ramo.

Comércio Exterior

É a atividade que consiste na troca de bens e serviçços através  de fronteiras internacionais ou territórios.

Consignee

Consignatório. Aquele ao qual uma mercadoria é consignada ou destinada.

Consolidação de carga

Processo abstrato de união de diversas cargas, pequenas, médias ou grandes, para obtenção de uma carga de peso maior.

Container

Estrutura metálica padronizada que serve para armazenar e  carregar grandes quantidades de produtos.

Container 20'

É o container com as medidas 20'X8'X8'6'. Comprimento 5.900 mm /  Largura: 2.350 mm / Altura 2393 mm

Container 40'

É o container com as medidas 40'X8'X8'6". Comprimento  12.032 mm / Largura: 2.350 mm / Altura: 2.392 mm

Container Dry

O mais utilizado por sua grande versatilidade e resistência. Ele  suporta as diferentes variações climáticas e pode ser mantido a céu aberto.  Geralmente é usado para cargas secas, como alimentos, roupas, móveis etc.  Suas medidas podem ser de 20 pés (6 metros) ou 40 pés (12 metros) com altura  de 2,60 metros.

Container Flat Rack

Mistura do container Open Top e Open Side e é muito comum para  cargas que extrapolam os limites de altura e largura de um container padrão.  Ou seja, é aberto no teto e nas laterais e possui apenas o piso e cabeceiras  em cada extremidade. Suas medidas variam entre 20’ e 40’.

Container High Cube (HC)

Container similar ao Dry (padrão), mas possui 30 cm adicionais  de altura. Ele consegue transportar mais carga e apresenta a vantagem para  alocação de estrutura própria para refrigeração. O container HC é o mais  indicado para o desenvolvimento de casas, escritórios ou outros projetos  voltados para as pessoas.

Container Isolante

Os containers isolates são ideais para cargas que precisam de um  controle mais rígido de temperatura e que não podem sofrer com as mudanças de  clima.

Container NOR

NOR é sigla do inglês para 'Non-Operation Reefer'. É  simplesmente o container reefer desligado.

Container Open Side

Possui apenas três paredes. Por conta de sua lateral aberta,  pode ser utilizado com baias internas ou para transportar animais ou cargas  que necessitem de uma largura maior. As medidas seguem o padrão dos  containers Dry.

Container Open Top

Não apresenta a parte superior. Seu teto é aberto e é coberto  apenas por uma lona ou um tecido. Este tipo de container é indicado para  cargas com excesso de altura como máquinas, pedras, materiais de construção e  vidros.

Container Reefer ou Refrigerado

É o modelo ideal para mercadorias que necessitam de conservação  ou congelamento. No entanto, por conta dessa especificidade, ele contém um menor espaço  físico que os demais. É necessário um revestimento interno no container  Reefer e a instalação de todo o equipamento para refrigeração.

Esse tipo de container pode trabalhar com temperaturas que variam entre  -25°C e +25°C e, ao invés de ser fabricado com aço corten, é fabricado com  aço inox ou duralumínio.

Container Tanque

Utilizado para transportar líquidos, gases, alimentos e produtos  químicos, exigindo normas técnicas bastante rigorosas de segurança.

O container Tanque é constituído de um recipiente de aço inoxidável,  totalmente lacrado, rodeado por um isolamento e uma camada protetora de  poliuretano e alumínio. A estrutura metálica é construída de acordo com os  padrões ISO e geralmente tem 6,85 m de comprimento, 2,40 m de largura e 2,40  m de altura. O conteúdo do tanque pode variar entre 17.500 e 26.000 L.

Container Ventilado

Utilizado para transportar cargas que precisam de circulação de  ar. Sua estrutura também é a mesma de um container Dry, porém no teto e em  suas laterais existem pequenas aberturas para ventilação. Geralmente é  utilizado para transportar produtos como café, cacau, sementes e cebola.

Copy not negotiable

Cópia não negociável, geralmente do Conhecimento de Embarque original a qual, essa, sim, pode ser negociada.

Correction Advise

Aviso de correção. Aviso expedido pelo armador ao seu agente notificando alguma alteração de dados no conhecimento de embarque ou outro documento.

Cost And Freight (CFR)

Cost And Freight ou Custo E Frete - porto de destino  nomeado.

No Incoterm CFR, o vendedor (exportador) é responsabilizado por  desembaraçar a mercadoria para a exportação. Também contrata e paga o frete e  custos necessários para levar a carga até o porto. E entregar a carga a bordo  do navio no porto de embarque combinado.

Cost Insurance And Freight (CIF)

Cost Insurance And Freight ou Custo, Seguro E Frete  - Porto de destino nomeado.

No CIF, além de arcar com obrigações e riscos previstos, o vendedor deve  contratar e pagar os custos relacionados com o transporte e seguro, até o  porto de destino combinado.

No entanto, os riscos de perdas ou danos físicos das mercadorias são de  responsabilidade do comprador.

Cubagem

O fator de cubagem é um número constante que indica o ‘peso  ideal’ em relação a 1 m³ (1 metro cúbico) para cada tipo de veículo.

Câmbio

É a troca de moeda de um país pela moeda de outro país.

‍Container Bulk

Utilizado especificamente para transportar cargas a granel. Ele  possui algumas aberturas para carregamento e descarregamento de cargas como  sementes, grãos, areia ou pedras pequenas.

D
DU-E

DU-E é sigla para 'Declaração única de exportação' e é um  documento eletrônico que contém informações de natureza aduaneira,  administrativa, comercial, financeira, tributária, fiscal e logística, que  caracterizam a operação de exportação dos bens por ela amparados e definem o  enquadramento dessa operação

DUIMP

DUIMP significa Declaração Única de Importação e é o documento  que substituirá a Declaração Simplificada de Importação (DSI) e a Declaração  de Importação (DI). Em outras palavras, é a nova guia eletrônica com  informações de natureza aduaneira, administrativa, comercial, financeira,  tributária e fiscal para fim de registro e fiscalização de operações de  importação.

Damaged

Danificado. Diz-se da mercadoria ou sua embalagem já quando recebida nestas condições para embarque ou quando constata-se o dano somente no desembarque da mesma.

Delivered At Place (DAP)

Delivered At Place ou Entregue No Local - local de destino  nomeado.

O vendedor completa suas obrigações e encerra sua responsabilidade quando  coloca a mercadoria à disposição do comprador, na data ou dentro do período  acordado, num local indicado no país de destino e que não seja um terminal. A carga deve estar pronta para ser descarregada do veículo transportador e não  desembaraçada para importação.

Delivered At Place Unloaded (DPU)

Delivered At Place Unloaded ou Entregue No Local Desembarcado -  Local de destino nomeado.

No Incoterm DPU, o vendedor completa suas obrigações e encerra sua  responsabilidade quando a mercadoria é colocada à disposição do comprador, na  data acordada, em local determinado no país de destino.

Todos os valores de transporte e riscos da carga são do vendedor até a  entrega no local nomeado.

Delivered Duty Paid (DDP)

Delivered Duty Paid ou Entregue Com Direitos Pagos - local de  destino nomeado.

O vendedor completa suas obrigações e encerra sua responsabilidade quando a  mercadoria é colocada à disposição do comprador, na data ou dentro do período  acordado, no local de destino designado no país importador, não descarregada  do meio de transporte.

O vendedor, além do desembaraço, assume todos os riscos e custos, inclusive  impostos, taxas e outros encargos incidentes na importação. Esse é o Incoterm  em que as responsabilidades pela carga são máximas ao vendedor.

Demurrage

Demurrage é a multa cobrada ao importador quando um contêiner  fica no porto mais tempo do que o previsto no contrato.

Desembaraço aduaneiro

Última etapa do processo de despacho aduaneiro, pelo qual é  registrada a conclusão da conferência aduaneira. Mercadoria a partir daí está  liberada para transporte e entrega na alfândega.

Despachante aduaneiro

É a profissão que pratica atos relacionados com o procedimento  fiscal de despacho aduaneiro.

Despacho aduaneiro

Procedimento fiscal realizado para qualquer carga e mercadoria  que é proveniente ou destinada para outro país e com o objetivo de verificar  se todos os documentos declarados estão regulares e de acordo com a natureza  do bem transportado.

Detention

Detention refere-se à cobrança que o importador paga pela  utilização do contêiner fora do terminal ou depósito, além do horário livre  combinado. É importante que ele seja entregue sem resíduos e no local  indicado pelo armador.

Drawback

O Drawback foi instituído pelo Decreto Lei nº 37, de 21.11/66 e  é um dos Regimes Aduaneiros Especiais mais utilizados. Nele, há a suspensão  ou isenção de impostos na importação de insumos utilizados para fabricar  produtos que serão exportados.

E
ETA (Estimated time Arrival)

ETA significa em português 'Tempo Estimado de Chegada'. É um  termo usado para indicar o tempo estimado de uma carga no destino final.

ETD (Estimated Time Departure)

ETD significa em português 'Tempo Estimado de Saída'. É a  projeção do tempo esperado para um sistema de transporte partir de seu ponto  de origem/localização. Além disso, é um horário indicado para iniciar uma  determinada viagem/jornada.

Ex Works (EXW)

Conhecido como Ex Works (do inglês named place of delivery) ou  Na Origem (local de entrega nomeado). Está relacionada à partida e representa  a obrigação mínima para o vendedor (exportador). Para o comprador  (importador), representa a obrigação máxima, pois arcará com a maior parte  dos custos e riscos.

Nela, o vendedor (exportador) deixa as mercadorias disponíveis para coleta  do comprador em um local nomeado. Todas as despesas e processos de  desembaraço aduaneiro, seguro, transporte e depósito são de responsabilidade  do comprador.

Exportação direta

É a negociação do produtor diretamente com o comprador. Ela  ocorre quando a empresa é responsável por todas as etapas da exportação  (pesquisa de mercado, contato com o importador, documentação, embalagem,  pagamento transporte, etc.) e não há um intermediário atuando na transação.

Exportação indireta

É a operação de exportação realizada por meio de um agente  intermediário. Eles podem ser consórcio de exportadores, firma comercial ou  trading company

F
FCL (Full Container Load)

Significa Container Totalmente Carregado e, nesse modelo de  transporte, a empresa carregam contêineres inteiros.

Ou porque ela tem uma carga suficiente para preencher o container ou porque  ela quer que a sua mercadoria seja transportada sozinha, sem espaço  compartilhado.

Fairtrade

É um sistema de certificação e rotulagem, administrado pela  Fairtrade International (FLO). Empresas que possuem o certificado demostraram  que possuem práticas que buscam reduzir a pobreza ao oferecem melhores  condições de troca e garantem direitos para produtores e trabalhadores em  situações vulneráveis. Exemplos de empresas Fairtrade: Osklen,  Ben&Jerry's, Vert Shoes, Whole Foods e outras.

Fatura Proforma

Documento que contém a cotação ou formalização de um pedido de  compra de um importador. Ele mostra os termos de negociação entre exportador  e importador.    Contém a descrição completa dos produtos e serviços ofertados, condições de  pagamento, a modalidade de venda, detalhes do frete internacional dentre  outras informações.

Free Alongside Ship (FAS)

Conhecido como Free Alongside Ship ou Livre Ao Lado Do Navio, o  FAS estipula um porto de embarque. Nele, o vendedor (exportador) deve  entregar as mercadorias em um porto designado pelo comprador (importador) e  devem estar prontas para embarque.

O Incoterm FAS também engloba a data, horário e local de entrega. Os custos  de transporte e riscos da carga são do vendedor até a realização da entrega  no porto nomeado pelo comprador.

Geralmente, o vendedor é responsável por garantir que as mercadorias sejam  desembaraçadas para exportação. O comprador é responsável pelos custos de  recarga das mercadorias, transporte marítimo e seguro.

Free Carrier (FCA)

Conhecido como Free Carrier ou Livre No Transportador, este  Incoterm estipula que o vendedor deve entregar as mercadorias em um local  específico ou à transportadora do comprador.

O destino pode ser um aeroporto, um terminal portuário, armazém ou qualquer  outro local que o comprador especificar.

O vendedor arca com os custos de transporte, desembaraçada para exportação,  e assume riscos de danos físicos e extravios da carga até o local de entrega  nomeado. A partir disso, o comprador assume todos os riscos e custos de  transporte.

Free on Board (FOB)

O Free On Board (ou Livre A Bordo) estipula um porto de  embarque. Nele, o vendedor (exportador) é responsabilizado por desembaraçar a  mercadoria para a exportação e entrega, a bordo do navio no porto de  embarque. A data e o local são indicados pelo importador (comprador).

Já o comprador arca com todos os custos do frete principais, riscos após a  carga chegar ao navio, processos aduaneiros de importação e seguro  internacional para a mercadoria.

Freight Conference

Conferência de Frete, associação de armadores que exploram linhas regulares de navegação, com o objetivo de estabelecer regras e fixar taxas do frete iguais entre si, para cada rota em que operam.

Frete aéreo

Transporte de cargas e mercadorias através de aviões, entre os  países do globo.

Frete marítimo

Deslocamento de mercadorias (ou pessoas) por qualquer tipo de  embarcação planejada para navegar nos mares.

Frete rodoviário

Transporte feito a partir de caminhões e carretas através de  ruas, estradas e rodovias, podendo ser pavimentadas ou não, onde são  utilizados automóveis, ônibus e caminhões para a locomoção de produtos e  pessoas.

H
Harmonized System

Traduzido em português para 'Sistema  Harmonizado', é uma nomenclatura internacional multifuncional de produtos  desenvolvida pela Organização Mundial das Alfândegas (OMA) - World Customs Organisation. É um  método numérico que classifica diferentes tipos de produtos e utilizado no  mundo para trâmites aduaneiros.

Hedge cambial

Operação financeira que tem como principal objetivo proteger  investimentos, ao travar o preço de uma moeda em data futura e garantir a  previsibilidade da transação. A estratégia pode ser adotada por exportadores  e importadores.

I
IATA

IATA é a sigla para Associação Internacional de Transportes  Aéreos (em inglês International Air Transport Association). É uma organização  global que representa, lidera e atende todo o setor de companhias aéreas.  Atualmente são cerca de 290 companhias, representando cerca de 82% do tráfego  aéreo total no mundo.

ICMS

ICMS é sigla para Imposto de Circulação de Mercadorias e  Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de  Comunicação. Ele incide quando um produto ou serviço tributável circula entre  cidades, estados ou pessoas jurídicas para pessoas físicas.

Importação

Importação é o processo no qual um produto ou serviço de países  externos é comprado e trazido para o próprio país. A chegada desse novo  produto ou serviço no mercado interno pode ser realizada de forma temporária  ou definitiva, formal ou informal.

Importação por conta e ordem de terceiros

O importador atua como intermediário e o serviço de compra,  transporte e despacho é prestado por outra empresa (Trading Company).

Importação por encomenda

O importador também atua como intermediário, mas utiliza  recursos próprios para realizar a operação. Pode ser considerada a mais  arriscada entre as três, já que o importador deve ter capacidade econômica  para concluir o procedimento.

Importação própria

O importador é o próprio consumidor final do produto ou serviço  comprado. Ou seja, a empresa importa para seu próprio consumo ou para  revender posteriormente no mercado interno.

Incoterm

Incoterms são normas criadas no intuito de melhorar a  comunicação entre os países e evitar conflitos nos negócios do exterior. Elas  regulamentam e definem de maneira clara três termos importantes na questão:  obrigações, riscos e custos entre exportador (vendedor) e importador  (comprador).

Invoice

Documento internacional que informa quanto a mercadoria vale e  qual o incoterm acordado, bem como nome e endereço do importador e  exportador, peso bruto, peso líquido,país de aquisição da mercadoria e país  de procedência.     Equivalente à nota fiscal brasileira.

L
LCL (Less than container load)

Significa Container com Carga Menor e consiste no agrupamento de  mercadorias de várias empresas em um mesmo container.    Ele é ideal para um volume de carga menor e para empresas que estão  começando e desejam pagar menos.

M
MSDS

Sigla do inglês para 'Material Safety Data Sheet' e pode ser  traduzida como 'Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos'. É um  formulário que contém dados relaticos às propriedades da substância indicada.

N
NVOCC

Sigla do inglês para 'Non-Vessel Operating Commom Carrier'. É um  transportador marítimo que não opera navios. Trata-se de empresa que  consolida diversos pequenos volumes de carga em contêiner, fazendo a  unitização.

Ele tem o controle de uma parte do navio, mas não assume a responsabilidade  por sua administração. Também emite seu próprio conhecimento de embarque  (Bill of Lading ou BL) e assume todos os custos.

O
OEA (Operador Econômico Autorizado)

OEA é a sigla para   “Operadores Econômicos Brasileiros Autorizados” e consiste no  reconhecimento pelo órgão federal dos operadores que se comprometem a exercer  a atividade de importação e exportação de maneira correta.

P
POD (Port Of Discharge)

Traduzido em português para 'Porto de Descarga', é o local onde  o navio descarrega suas cargas.

POL (Port Of Load)

Traduzido em português para 'Porto de Carregamento', é o local  onde o navio embaarca as cargas para transporte.

PTP (Port to port)

O transporte de um contêiner ou remessa LCL do porto de  carregamento até o porto de descarga. O transporte 'porto-a-porto' não inclui  o transporte das instalações do expedidor ao porto de embarque, ou do porto  de descarga às instalações do destinatário.

Packing List

Documento que contém todas as informações relacionadas com a  carga: volume, dimensões, peso, quantidade, NCM e outros dados.

Pagamento Collect

Tipo de pagamento do frete internacional, realizado após chegada  da carga no destino.

Pagamento Prepaid

Tipo de pagamento do frete internacional, realizado na origem da  carga (pré-pago).

Peso cubado

É a relação entre o peso e o volume da carga a ser transportada.  É uma métrica muito comum no transporte de cargas e tem como principal função  indicar o espaço que é ocupado pela carga dentro do veículo.

Porto seco

Na definição da Receita Federal, Porto Seco, Dry Port ou  Estações Aduaneiras do Interior (EADI), são áreas alfandegadas localizadas em  uma zona secundária, geralmente no interior do Brasil, e são grandes aliadas  do comércio exterior. É um recinto alfandegado de uso público, onde são  executadas operações de movimentação, armazenagem e despacho aduaneiro de  mercadorias e de bens de viajantes, sob controle aduaneiro.

R
RADAR

RADAR é o Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes  Aduaneiros que tem por objetivo unificar e monitorar todas as informações do  Comércio Exterior brasileiro. Além disso, o sistema tornou-se um controle  prévio que impede procedimentos fraudulentos, como contrabando ou descaminho.

Receita Federal

A Receita Federal, ou Secretaria Especial da Receita Federal do  Brasil, é um órgão que tem como responsabilidade a administração dos tributos  federais e o controle aduaneiro, além de atuar no combate à evasão fiscal,  contrabando, descaminho, contrafação e tráfico de drogas, armas e animais.

Rolagem de carga

É quando, no transporte aéreo/marítimo, houve um imprevisto com  a saída de uma carga. Com isto, a companhia aérea ou o armador pode  transferir o embarque da carga para o próximo voo ou navio.    Quando isto acontece, é o que chamamos de 'rolagem de carga'.

S
Seguro internacional de carga

É aquele que protege bens e mercadorias de importadores e/ou  exportadores contra riscos antes, durante e depois do transporte - seja ele  aéreo, ferroviário ou marítimo, de acordo com o que foi firmado no  contrato.

Siscomex

De acordo com o próprio portal do Siscomex, "é uma  iniciativa do Governo Federal com vistas a reduzir a burocracia, o tempo e os  custos nas exportações e importações brasileiras".

T
TEU (Twenty-foot equivalent unit)

Refere-se à Unidade Equivalente de Transporte. Esta unidade de  transporte possui um tamanho padrão de contêiner intermodal de 20 pés.  As dimensões de um container 20 pés são:  6.10m (comprimento) x 2.44m (largura) x 2.59m (altura), ou aproximadamente 39  m3. 6.10m (comprimento) x 2.44m (largura) x 2.59m (altura), ou  aproximadamente 39 m3.

Terminal marítimo

Terminal portuário é uma instalação de uso público destinada à  movimentação de cargas no transporte portuário, aéreo, rodoviário e  ferroviário.    Segundo a ANTAQ, cais ou píer são os tipos de terminais portuários  normalmente utilizados.

Trading Company

Trading companies são empresas comerciais que atuam como  intermediárias entre empresas fabricantes e empresas compradoras, em  operações de exportação ou de importação.

V
VOCC (Vessel operating commom carrier)

VOCC é a sigla para 'Vessel Operating Common Carrier'. É a  companhia marítima que possui a própria frota de navios.

W
WCA

WCA é uma rede mundial de agentes de cargas. Empresas que  possuem a certificação passaram também por diversos credenciamentos e  análises que atestam a qualidade de serviço.